Playlist: Um ano atrás

Contagem regressiva para o meu aniversário (24/31)

Existe uma coisa capaz de me transportar imediatamente para uma época vivida, é a música. Estou sempre ouvindo algo diferente, a escolha da playlist depende muito do que estou vivendo no momento. Então existem músicas que ficam marcadas com lembranças de paixões, alegrias, descobertas, qualquer coisa que eu tenha vivido no período em que aquela música esteve presente nos meus dias.

Há um ano estava vivendo sentimentos bastante confusos, e porque não dizer, dando o meu melhor como drama queen! Sendo assim acho que essa playlist reflete um pouco dessa confusão.

Ah, e quando eu falo do meu lado drama queen, é algo mais ou menos como isso aqui. Quando eu resolvo sofrer sempre escolho uma boa MPB pra me acompanhar. Apenas mais um sinal de que nasci na época errada.

Ouvir novamente essas músicas me fez perceber como alguns assuntos, que eu já considerava encerrados, ainda incomodam. Sim, a música tem o poder de ressuscitar, além de memórias, sentimentos, alguns deles que eu já não gostaria mais de sentir.


Instagram ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Twitter ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Facebook ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Filmow ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Skoob ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Flickr 

Anúncios

Playlist do dia

Música é uma coisa que sempre tem que estar presente nos meus dias. Sejam eles alegres ou tristes, o ritmo muda, mas a melodia está sempre presente e muitas vezes pode mudar o tom de um dia ou tornar um dia banal especial.

Foi o que aconteceu hoje. Como já aconteceu em tantos outros dias, senti vontade de ter em uma playlist as músicas que animaram, ou simplesmente me acompanharam durante o dia fazendo meus momentos bobos um pouco mais especiais com ideias inspiradoras.

Então resolvi montar essa playlist, e pretendo montar muitas outras desse tipo, apenas para deixar o dia registrado de alguma forma. A forma mais deliciosa de todas, com som.

Descoberta Musical: Sam Smith

Desde a primeira música que ouvi me perguntei, como é que não conheci esse cara antes?!

Sam ficou conhecida ao gravar ‘La la la’ do Naughty Boy e ‘Latch’ com o  Disclosure, foi graças a essa última que fiquei conhecendo o nome e fui procurar pra ver se achava mais coisas dele. E me apaixonei completamente logo de cara!

O moço é muito bom, em dezembro de 2013, após lançar seu EP de estéria Nirvana, Sam Smith recebeu indicações ao Critics Choice Award do Brit Awards e a Sound of 2014 da BBC e venceu ambas as premiações.

Seu primeiro álbum In the Lonely Hour, lançado em maio de 2014, foi um dos mais aguardados do ano na Inglaterra.

Playlist: Adolescência Tardia

Será que existe mesmo isso de estar ‘velha demais’ para ouvir um determinado tipo de música? Bem, eu não me envergonho de gostar das mesmas músicas que minha mãe gostava quando era adolescente. Porque me envergonharia de gostar do que muita gente considera música de teenager?! Pra mim música não tem idade, e ponto.

Mas por que então o título da playlist é adolescência tardia?!

Essa semana me peguei lendo a Capricho e desejando voltar alguns anos no tempo. Me arrependo muito de não ter aproveitado minha adolescência direito. Me arrependo também de não ter levado a diante os sonhos que tinha nessa época. Não só os sonhos, mas, como muitas meninas que fazem sucesso com blogs hoje, tive blog na adolescência, era meu refúgio. Me arrependo de não ter continuado levando meu blog daquela época a sério, e também os que tive um pouco mais tarde.

Enfim, me peguei querendo corrigir os erros que cometi entre o final da adolescência e o início da idade adulta e a conclusão que eu cheguei é que eu devo – e mereço – me permitir mais. Mesmo que às vezes, aos olhos de quem tá de fora, eu venha a parecer imatura. Bem, quem se importa?!

Demi Lovato –  I Really Don’t Care

Ed Sheeran – Lego Haouse

Selena Gomez – Come and Get it

Miley Cyrus – We Can’t Stop

One Direction – Little Things

Taylor Swift – 22