Até mais abril. E vamos falar sobre a vida

Desde o início do ano estou fazendo posts mensais com metas para cumprir ao longo do mês. Comecei o ano cheia de planos, e mesmo vendo muitos deles não saírem conforme o desejado tenho feito das tripas coração pra de alguma forma não perder o ânimo e tento ver em cada início de mês uma nova oportunidade para fazer as coisas acontecerem. Mas às vezes bate o desespero, aquela vontade de jogar tudo pra o alto ou culpar deus e o mundo pelas coisas que não dão certo e ficar de bode na cama. Não, não quero começar um post cheio de lamentações, mas tem horas que enfileirar palavras é uma ótima forma de ir colocando as coisas em ordem. Porque, vejam só, mais um mês acabou, as metas não saíram do papel e a bagunça tá grande, e como tá grande, céus!

As intenções são as melhores possíveis quando resolve pôr no papel cada desejo para o mês, é sempre aquela esperança de dar um boost na força de vontade ao ver que dei conta de realizar todos os itens da lista no final do mês. Por isso mesmo são sempre itens realistas. O bicho pega quando o tiro saí pela culatra e ao invés da satisfação o que vem no final do mês é a frustração, e a necessidade de catar os caquinhos e recomeçar outra vez a cada início de mês. Vejam bem, isso é cansativo.

blog-queimei-meus-navios-leticia-almeida-reflexc3b5es

Com o passar do tempo fui finalmente percebendo que essa tática não está dando resultado, muito pelo contrário, hoje me parece inclusive que está me fazendo andar pra trás. Me sinto como um cachorro perseguindo o próprio rabo, como alguém tentando desesperadamente não se afogar enquanto nada contra a correnteza. Poderia usar qualquer uma outra dessas expressões que servem pra deixar claro que as coisas não estão indo muito bem e a sensação diária é de ter o mundo nas costas e ainda assim ter que percorrer um extenso labirinto até o final do dia.

Falo pouco sobre tudo isso, muitas vezes prefiro carregar o peso todo sozinha a ter que aturar comentários de que estou apenas fazendo drama. Olha só, talvez seja mesmo só drama, mas ainda assim meu mundinho particular continua pesando nas minhas costas enquanto busco um jeito de parar de andar em círculos e finalmente encontrar o caminho de saída desse labirinto de medos, preocupações e pensamentos limitadores.

Gostaria de terminar esse post dizendo que irei tentar uma nova estratégia, mas isso seria apenas mais um auto engano. Acho que já falhei miseravelmente na tentativa de não fazer desse post um amontoado de lamentações, então pra não destoar digo apenas que estou entregando os pontos, dizendo que cansei e que pra mim essa história de perseguir um objetivo na vida já deu.

É bem provável que amanhã eu desdiga (essa palavra existe?) o que acabei de dizer e volte para as minhas listas. Ou resolva mudar radicalmente e aí sabe deus o que vou inventar dessa vez. Talvez só pinte o cabelo de azul turquesa, talvez resolva me mudar de continente, talvez resolva apenas fazer com que minhas listas deem certo à vera e os planos para o ano saiam do papel, e olha só, essa seria a mudança mais radical de todas.

E como não sou muito boa com conclusões de textos, digo pra finalizar que sei o que quero, sei que posso conseguir o que quero só não sei o que fazer para que isso aconteça.

Cadê o lanterninha pra iluminar o fim do túnel? Porque esse filme de frustrações em série já cansou.


Instagram ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Twitter ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Facebook ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Filmow ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Skoob ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Flickr 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s