E lá se vai mais um mês… #Março

Há poucos dias fiquei um pouco espantada ao perceber que estamos chegando ao final do terceiro mês do ano. Não, não tô achando que o ano tá passando rápido demais, muito pelo contrário, os três últimos meses parecem que levaram uma eternidade pra passar.

Com isso, eu que não sou nem um pouco dada à reflexões sobre a vida, o universo e tudo o mais (#sqn), comecei a repensar as coisas que espero que aconteçam esse ano.
Ainda não consegui me organizar da forma que gostaria e isso se deve em parte à alguns imprevistos, em parte à hábitos ruins que venho tentando mudar há anos.
Tem alguns itens que aparecem em todas as minhas listas de resoluções desde 2011! Esse ano decidi que preciso mudar isso de uma vez por todas, mas é desanimador perceber que passada a empolgação inicial, que todo começo de ano traz, as coisas começam a se repetir e os antigos hábitos se mostram cada vez mais fortes. Perceber que mais um mês se passou sem que nada de fato mudasse, sem que nem um item da listinha de metas fosse de fato riscado é meio desesperador.

Nesse caso, perceber que só estamos terminando o terceiro mês do ano me fez não entrar em pânico e querer desistir de tudo, coisa que já estava quase acontecendo. Ainda tem muito ano pela frente e percebendo isso resolvi arrumar algum jeito de me encher de ânimo novamente.

Um dos imprevistos que fez com que eu não conseguisse realizar nenhuma das metas que tinha para esse mês se chama otite. Sim, uma inflamação no ouvido muito comum em bebês que eu nunca imaginava que doesse tanto e fosse tão chatinha de tratar. Até na emergência fui parar de tanta dor que tava sentindo. Sem contar as inúmeras idas ao otorrino, a quantidade absurda de remédios que tive que usar e uma falta de ânimo enorme parar qualquer coisa. Isso tudo fez com que eu ficasse meio deprê também.

março-diário-do-mês-blog-queimei-meus-navios-leticia-almeida

No meio disso tudo acabei colocando em prática algo que estava ensaiando fazer há um tempo: cortei o cabelo! Vinha com uma dúvida entre cortar toda a parte com química ou alisar novamente (quando digo que sou 8 ou 80 eu falo sério, gente!). Tenho que dizer que a decisão afinal de contas venho meio no impulso, depois de uma tarde vendo vários vídeos no Youtube de cacheadas, fui no salão só pra fazer uma escova no cabelo que estava na metade das costas e acabei voltando pra casa com o cabelo acima dos ombros. Estava convencida em seguir com a transição, porém pretendia manter os cabelinhos com escovas semanais até conseguir cortar toda a parte com química. Só que depois de uma semana e de algumas reflexões resolvi me livrar de uma vez por todas daquelas pontas espigadas, e em casa mesmo cortei tudo o que faltava para libertar meu cachos novamente. Agora é esperar o picumã crescer, né?!

Enfim, esse foi meu mês. De fato longo, em parte preguiçoso em parte turbulento, de um modo geral um pouco frustrante. Mas é hora de respirar fundo e renovar as energias para mais um mês que vem vindo.


Instagram ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Twitter ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Facebook ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Filmow ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Skoob ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Flickr 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s