Incomodou, doeu?! Leva pra casa que é seu.

Tem uma coisa da qual eu não tenho dúvidas, o que mais te incomoda no outro é o que mais você precisa trabalhar em você, e tenho estado bem alerta com relação a isso. Aprendi que a “energia ruim” do outro só vai te afetar se você alimentar essa energia, que pessoas sugadoras de energia só irão te “dementar” se você estiver vibrando na mesma frequência que elas. É preciso virar o disco, virar a página e ás vezes até rasgá-la e tocar fogo, um capítulo que só te trás ressentimentos por mais que faça parte da sua história não precisa ser recontado a todo momento. É preciso deixar que pessoas saiam da sua vida, não apenas pra que novas pessoas entrem, na vida e no coração cabem multidões, mas simplesmente porque as energias já não vibram mais numa mesma frequência, o desgaste de energia se tornou maior que o prazer da companhia. Se existe a preocupação com o que o outro vai pensar é porque a relação não tá fluindo, quem te respeita, te admira e te apoia nunca vai usar palavras ou atitudes ferinas. O mundo se tornou extremamente competitivo, correr apontar o erro alheio é a zona segura. Não quero ser uma pessoa superficial vivendo constantemente apavorada pelo fato de que os outros possam descobrir minhas fraquezas e assim acabar atacando por acreditar que preciso estar sempre me defendendo de algo. Hoje não tenho medo de me expor a vida, hoje não tenho medo de dizer, hey, eu errei, vc tinha razão. Hoje não tenho medo de viver a dor e a delícia de ser um ser humano em constante aprendizado. Não transfiro mais minhas culpas, mas também não transfiro minhas glórias. E não confundo o significado da palavra humildade, acredito que só quando criamos consciência do nosso potencial de grandeza é que realmente conseguimos enxergar nossa pequenez sem sentir vergonha, mas tendo a certeza de que a partir do momento que estamos aptos a admitir nossas faltas, falhas e defeitos nos tornamos automaticamente aptos a nos tornarmos seres humanos melhores. “O objetivo da vida é o amadurecimento da alma.”, quer você queira aproveitar as oportunidades que essa existência humana te oferece, quer não.


Instagram ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Twitter ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Facebook ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Filmow ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Skoob ancora-icone-blog-queimei-meus-navios Flickr 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s